Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Quem quiser salvar a sua alma perdê-la-á

“Porque quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.” Marcos 8:35

Deus é amor. O Universo é harmonia, tudo no Universo obedece a uma ordem perfeita, tudo se encadeia ininterruptamente. O Universo está em Deus, mas o Universo não é Deus. Deus transcende o Universo.

Toda creação é emanação divina. Tudo é parte de Deus. Uma gota do oceano faz parte do oceano, tem as qualidades do todo, mas não é o todo. O oceano transcende a gota d’água.

Mas tudo é creação de Deus. Tudo vive, vibra, funciona de acordo com as Leis de Deus. As coisas são coisas. Obedecem às Leis que as regem sem questionamentos. Nós não somos assim. Nós temos livre-arbítrio, que nos permite a determinação do tempo que levaremos para cumprir as Leis de Deus.

Nosso destino é a felicidade, é a integração com a harmonia do Universo. Não podemos escapar a isso. Assim como a Lei da gravidade não questiona um corpo sobre se ele quer cair ou não, assim também nós não temos escolha sobre se nós cumpriremos ou não o nosso destino de felicidade. O corpo vai cair mais rapidamente ou menos rapidamente dependendo da sua densidade. Por outro lado, nós podemos escolher se demoramos mais tempo ou menos tempo para nos elevarmos à felicidade.

Deus é amor. Nós somos emanação divina. Quando não emitimos amor, desarmonizamos o Universo. Nosso papel é amar. Nosso dever é amar. O que o Universo espera de nós é que nós amemos. Não basta não querer mal, não desejar o mal, é preciso amar. Amando estaremos cumprindo a parte que nos toca. Amando estaremos em harmonia com o Universo.

Ser feliz é estar em harmonia com o Universo. Amor é ação. O Sol, os planetas, os satélites, o mar, a chuva, as estações do ano, tudo obedece a uma ordem imutável. O Sol não pode deixar de nos aquecer e iluminar e nutrir, os planetas não podem interromper suas órbitas, a Lua não pode cair sobre a Terra, as estações do ano obedecem a múltiplos fatores. Nós também temos nosso dever, nosso papel a cumprir, nossa missão no Universo. Somos imagem e semelhança de Deus e fomos feitos para amar.

Deus não tem pressa. O tempo não existe como o concebemos. A pressa em alcançar a felicidade é nossa. Enquanto procurarmos a felicidade nas coisas terrenas, materiais, estaremos afastados dela. Enquanto confundirmos bem-estar físico com felicidade, estaremos nos prendendo à Terra. Enquanto pensarmos que a vida se restringe a esse breve período de tempo em que animamos uma personagem, estaremos desperdiçando o tempo.

A vida terrena, material, a encarnação, é um estágio em nossa ascensão espiritual. Oportunidade de reajuste, de aprendizado, de autoconhecimento. Não é a Vida. É um instante da verdadeira Vida. “Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á.” A reencarnação não é um mergulho nos prazeres e sensações. Quem tenta salvar a sua vida de materialidade, quem pensa que aproveitar a vida é experimentar sensações corporais, está perdendo a vida.

“Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se chegar a perder a sua alma? Pois que dará o homem em troca de sua alma?” De nada valem as conquistas materiais se dessas conquistas não resultarem aprendizados benéficos para o espírito. De nada valem o esforço e a determinação despendidos em busca de status, poder, posição, prazer, vaidade, se disso não resultar benefício para o próximo e fortalecimento moral para o espírito.

- See more at: http://www.espiritoimortal.com.br/quem-quiser-salvar-a-sua-vida-perde-la-a/#sthash.NHlVfeBV.dpuf