Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sexta-feira, 1 de julho de 2016

BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS

BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS


Quando nascemos de novo (reencarnamos), nós não nos lembramos da nossa encarnação anterior. Deus quer que esqueçamos dos erros que cometemos para pensarmos nas coisas boas que podemos e devemos fazer. Por exemplo: Se fizemos um inimigo em outra vida, e este inimigo nasce dentro da nossa família como um irmão ou uma irmã, é porque Deus quer que façamos as pazes. Mas se olharmos para ele(a) e lembrarmos que na outra vida ele(a) foi nosso inimigo, não conseguiremos fazer as pazes. Porque ficaremos lembrando daquilo que ele ou nós fizemos para nos tornarmos inimigos.
Por que vemos muitas pessoas sofrendo?
·      Primeiramente, porque moramos num planeta de Provas e Expiações, ou seja, num planeta onde só encarnam espíritos que ainda tem algo a resgatar (pagar), porque transgrediram a lei divina. Se a reencarnação não existisse, Deus seria injusto. Ele estaria dando privilégios para uns, como a saúde, e prejudicando outros, quando não dá saúde. Ex.: Há pessoa má muito rica e cheia de saúde. E há pessoa boa muito pobre e muito doente.
·       Muitas vezes, sofremos por falta de cuidado nesta vida em que estamos agora. Por exemplo: quando não tomamos cuidado ao atravessar a rua, quando não tomamos vacina, quando não escovamos os dentes, quando não tomamos banho, quando fazemos uso de bebidas alcoólicas, tóxicos, quando não obedecemos as leis de trânsito, etc. Quando fazemos escolhas erradas ao tomar uma atitude. Como por exemplo, ir preso por querer enriquecer enganando pessoas, roubando, etc.
·        Mas, há Espírito que pede para reencarnar com problemas, dores ou dificuldades para que lhe sirva como prova, para que ele evolua mais rapidamente. Por isso, não devemos julgar, mas ajudar sempre para aliviar um pouco a dor e sofrimento do próximo.
·     Há espírito que não tem preparo para escolher a prova, então, lhe é imposto o resgate. Neste caso chamamos de expiação. Mas há espírito que já tem um preparo e pode escolher a prova que quer passar para resgatar algum deslize.

Por isso, não devemos reclamar das dificuldades da vida, porque elas só existem porque: O plantio é livre, mas a colheita obrigatória.
Expliquemos melhor: A mãe diz para o filho: “não ponha a mão no fogão porque está quente.” Quando o filho é teimoso, ele põe a mão e queima. Daí sente dor e chora. Assim é a lei de Deus. Ela nos mostra as coisas que “devemos e não devemos” fazer. Quando somos teimosos, e não a obedecemos, sofremos a dor da reparação. Exemplos: o alcoólatra tenderá a ressurgir na carne com graves disfunções no aparelho digestivo; o fumante tenderá a ter problemas de pulmão como asma, bronquite, câncer, etc.; o suicida, dependendo do tipo de morte escolhido, renascerá com determinadas deficiências, por exemplo: se der um tiro no peito, terá problemas relacionados ao órgão lesado como coração e pulmões; tiro na cabeça poderá renascer com problemas mentais; se ingerir veneno poderá renascer com lábio leporino; se incendiar o próprio corpo sofrerá graves problemas de pele, etc.
Os que lesam o próximo também ressarcirão. Por exemplo: o violento poderá ressurgir paralítico; o maledicente terá dificuldades com a voz; os que usam a inteligência para o mal, poderão renascer com lesões cerebrais; o ladrão poderá renascer sem as mãos, etc. Mas, todo Bem, toda Caridade que estendermos ao próximo poderá diminuir nossos débitos. Exemplo: muitas mulheres estéreis, por terem abortado em vida anterior, reverteram o carma ao adotar uma criança. Então, acreditar na reencarnação nos força observar melhor as leis divinas, porque saberemos que o plantio é livre, mas a colheita obrigatória.

Por isso, devemos tratar bem o negro, o índio, etc., porque na próxima encarnação não sabemos qual será a raça que renasceremos; não devemos humilhar o próximo porque este não pode comprar algo que temos, porque na próxima encarnação, talvez venhamos pobres, e seremos nós o humilhado. No Espiritismo, chamamos Lei de Causa e Efeito. Sofremos o efeito daquilo que causamos à nós ou ao próximo nesta ou na  próxima vida.
Por isso, Jesus disse que serão “Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados”, ou seja, aqueles que sofrem dores e aflições (os que choram) sem revolta ou queixa contra a vida ou contra Deus receberão consolação na vida futura, porque reencarnarão com menos débito, consequentemente, terão menos o que sofrer.



Rudymara (Grupo de Estudo Allan Kardec)