Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sábado, 11 de junho de 2016

Prevenção na Família

Prevenção na Família

O adolescente e as drogas

A adolescência é uma etapa da vida marcada por grandes mudanças, como maturação sexual e emocional e construção da personalidade e da identidade. Esses processos normalmente são acompanhados de crises e conflitos.

A busca pela independência leva os adolescentes a um maior afastamentoda família. Muitas vezes estes não aceitam orientações de pessoas mais experientes e tendem a desafiar os pais. Por outro lado, a necessidade de autoafirmação faz com que procurem integrar-se a um determinado grupo social.

A curiosidade natural dos adolescentes gera a busca por realizações imediatas, novas sensações e prazeres. Normalmente, os adolescentes sentem-se onipotentes, destemidos e gostam de correr riscos. Todas essas características tornam a adolescência uma etapa especial, em que a vulnerabilidade para o consumo de drogas tende a ser maior por motivos como angústia, solidão e dificuldade de se enturmar ou simplesmente por curiosidade e busca por novas experiências. É nesse período que ocorrem os maiores níveis de contato com as drogas e, a partir dessas experiências, muitos indivíduos passam a ter problemas recorrentes.

Motivos para o uso de drogas

Diversão
Curiosidade
Tédio
Transgressão
Solidão
Fuga da realidade
Influência de amigos
Socialização e aceitação em determinados grupos
Autoafirmação
Dificuldade em enfrentar situações adversas
Abandono familiar
Violência doméstica
Decepções ou desentendimentos com os pais
Familiares que utilizam álcool e drogas
Pais muito autoritários ou exigentes
Perda dos vínculos familiares
Facilidade de acesso e obtenção de drogas
Busca de alívio para conflitos
Ausência de projeto de vida
Sintomas depressivos
Falta de rotina social
Fatores de proteção contra as drogas

Elevação da autoestima
Cuidado familiar
Acompanhamento das atividades dos filhos
Boa inserção e adaptação no ambiente escolar
Criação de vínculos afetivos com professores e colegas
Construção de projeto de vida
Valorização de um estilo de vida saudável
Acesso a informações adequadas sobre as drogas e seus efeitos
Oferta de condições dignas de saúde, educação, trabalho, alimentação e lazer
Conhecimento dos grupos de amigos dos filhos
O Papel da família

A família é referência fundamental para a formação dos jovens. O diálogo deve ser constante, sendo importante que os pais conversem sobre as drogas de forma clara e aberta com o jovem. A informação correta sobre o tema é a opção mais segura.

A comunicação familiar e a disciplina são fundamentais para a formação do jovem, permitindo que ele possa cuidar de suas responsabilidades e amadurecer no momento certo.

Os pais devem participar ativamente da vida dos seus filhos. É necessário que escutem e auxiliem nos seus problemas e preocupações, conhecendo colegas e amigos, acompanhando de perto as suas atividades escolares, esportivas e sociais.

A adolescência é um período em que se ampliam as relações sociais. É o momento de fazer amigos e compartilhar experiências, medos, sonhos e segredos. Nesse período, a família tem papel essencial por ser capaz de ensinar valores e regras importantes para toda a vida.

Fonte:

Caderno Sesi e você na Prevenção das Drogas, p. 39 / 40. Confira na íntegra o caderno para Pais >>

http://www.sesipr.org.br/cuide-se-mais/alcool-e-outras-drogas/uploadAddress/caderno_pais_online1[42935].pdf