Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

domingo, 23 de março de 2014

Transfiguração

Recebemos na nossa caixa de correio uma questão acerca das mudanças de fisionomia que podem ocorrer momentaneamente numa pessoa.
O facto é conhecido, ainda que raro, e tem sido testemunhado por diversas vezes, desde que há registos da actividade humana.
Allan Kardec, em O Livro dos Médiuns, chamou-lhe transfiguração, à semelhança do que aconteceu com Jesus de Nazaré no cimo do Monte Tabor.
Em tempos recentes tivemos o caso da médium Eusapia Paladino (1854-1918), cujas características foram estudadas pela comunidade científica. Eusapia transfigurava-se completamente, ao ponto de modificar a sua altura e o seu peso.
Em O Livro dos Médiuns, Allan Kardec conta um caso ocorrido durante os anos de 1858 e 1859, nos arredores de Saint-Etienne, cuja veracidade foi devidamente comprovada (ver CAPÍTULO VII, Da Bicorporeidade e da Transfiguração).

Para se entender um pouco deste fenómeno, teremos que considerar o perispírito. O perispírito é o corpo fluídico que "veste" o Espírito, tanto na vida terrena como quando, pelo fenómeno da morte do corpo físico, retornamos ao mundo espiritual. Quando alguém afirma que viu "o Espírito de Fulano", na verdade não viu o Espírito, mas sim o perispírito.
O perispírito pode tomar a aparência que o Espírito deseje. Cada Espírito apresenta-se, pois, com a aparência que quiser, tomando a que for mais adequada para se fazer conhecido, se for essa a sua vontade e se lhe for permitido.
Há casos em que o perispírito da própria pessoa, quando "viva", a envolve e lhe modifica o aspecto. Mas também há casos em que a pessoa "viva" toma a aparência que outro Espírito lhe dá. Um caso conhecido é o de Divaldo Pereira Franco, que tem transmitido algumas mensagens orais de Bezerra de Menezes (pioneiro do Espiritismo no Brasil). Nessas ocasiões a sua voz e a sua fisionomia mudam, presumivelmente pela influência do Espírito comunicante.
Ver, por exemplo, http://www.youtube.com/watch?v=8pt1euh0eu4.
Relativamente ao episódio bíblico da Transfiguração, ver Evangelho de Mateus, capítulo XVII. Começa assim:
“Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, os irmãos Tiago e João, e os levou a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. E se transfigurou diante deles: o seu rosto brilhou como o sol, e as suas roupas ficaram brancas como a luz. Nisso lhes apareceram Moisés e Elias, conversando com Jesus.»
A Ciência académica não dá ainda explicação para fenómenos como o da transfiguração. O espiritismo, enquanto ciência de observação, regista-os.