Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

RECONCILIAR-SE COM OS ADVERSÁRIOS

RECONCILIAR-SE COM OS ADVERSÁRIOS


          “Reconciliai-vos o mais depressa com o seu adversário, enquanto estais com ele no caminho...”


            Sabe-se que a morte não nos livra dos nossos inimigos; os Espíritos vingativos perseguem, frequentemente com seu ódio, além do túmulo, aqueles contra os quais conservaram rancor; por isso o provérbio que diz: “Morto o animal, morto o veneno.” É falso quando aplicado ao homem.

            O Espírito obsessor espera que aquele a quem quer mal esteja preso ao corpo e menos livre, para o atormentar mais facilmente, atingi-los em seus interesses ou em suas mais caras afeições. Daí a causa da maioria dos casos de obsessão.

            O Obsidiado (aquele que sofre a obsessão) e o Possesso (aquele que causa a obsessão) são vítimas quase sempre do mal que fizeram um ao outro.


             Não saireis de lá, disse Jesus, enquanto não houverdes pago até o último ceitil, quer dizer, satisfeito completamente a justiça de Deus.