Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

DAÍ DE GRAÇA O QUE DE GRAÇA RECEBESTE (Mateus, 10: 8)

DAÍ DE GRAÇA O QUE DE GRAÇA RECEBESTE (Mateus, 10: 8)
 
Relembrando um pequeno trecho dos ensinamentos do Cristo, quando nos alerta para não vendermos nada do que nos foi dado de graça.
Quando nos referimos a este trecho, é que temos observado em algumas Casas Espíritas a cobrança de taxas (*) em algumas atividades, especificamente, na realização de seminários.
Há grandes eventos ocorridos fora das Casas Espíritas, com despesas para promovê-lo e divulgá-lo, objetivando levar o conhecimento espírita de forma a atingir maior número de pessoas. No entanto, há também as instituições que nenhuma despesa extra contrai para realizar pequenos eventos e ainda assim cobram por ele, direcionando o lucro obtido indevidamente para despesas e necessidades da Casa. Ora, despesas da Casa Espírita deve ser supridas pelos sócios. 
Na verdade se cobra muito o estudo por parte do espírita, mas por outro lado, lhe é privado o direito do aprendizado devido à cobrança de taxas nos eventos.
Não estamos aqui sendo coniventes com o espírita que não gosta nem de ler e muito menos de estudar, até mesmo porque, o mesmo é portador do livre arbítrio.
O que tentamos mostrar no item citado, ou seja, seminário, é a grande dificuldade de ter em mãos, a quantia cobrada pelas Casas Espíritas, onde são realizados os eventos, dificultando para muitos o acesso. ▲

Carlos Roberto

(Carlos Roberto é vinculado ao Núcleo Espírita Joana D’Arc, Rua Augusto Reinaldo, 115 – Curado II – Jaboatão/PE).