Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

O que são "Amigos Espirituais"?

O que são "Amigos Espirituais"?

Os amigos espirituais são os espíritos, sejam eles familiares, guardiões ou simpáticos, que vêm a nós com o intuito de nos fazer bem, fazer com que passemos por todas as dificuldades com força... O livro dos espíritos cita a diferença entre cada tipo de amigo espiritual:

Espíritos Protetores:  O Espírito protetor ou anjo guardião, é sempre um bom Espírito, mais evoluído. Trata-se de um orientador principal e superior. Sua missão assemelha-se à de um pai para com seus filhos: a de orientar o seu protegido pela senda do bem, auxiliá-lo com seus conselhos, consolá-lo em suas aflições. A missão dos Espíritos protetores tem duração prolongada, pois estes acompanham o protegido desde o nascimento até sua desencarnação. Sua atuação não é de intervenção absoluta em nossas vidas. Evita tomar decisões por nós respeitando o nosso livre arbítrio. Sente-se feliz quando acertamos e se entristece quando erramos, mas sabe que mais cedo ou mais tarde, o seu tutelado voltará ao bom caminho.  O amigo espiritual comparece quando é invocado, por meio de uma simples prece. Exercem supervisão geral sobre nossas existências, tanto no aspecto intelectual, incluindo as questões de ordem material, quanto moral, emprestando ênfase a esta última,por ser a que tem preponderância em nosso futuro de seres imortais.

Espíritos Familiares:  Os Espíritos Familiares são orientadores secundários. Embora menos evoluídos, igualmente querem o nosso bem.  Podem ser os Espíritos de nossos familiares ou amigos. Seu poder é limitado e sua missão é mais ou menos temporária junto ao protegido. Ocupam-se com as particularidades da vida íntima do protegido por ter com ele mais intimidade e vínculos sentimentais. Por exemplo, quando o protegido está recalcitrante e não ouve os conselhos superiores ou apresenta comportamento enigmático. Podem influenciar na decisão de um casamento, nas atividades profissionais ou mesmo na tomada de decisões importantes. Só atuam por ordem ou permissão dos Espíritos protetores.

Espíritos Simpáticos:  Já os Espíritos Simpáticos podem ser bons ou maus, conforme a natureza das nossas disposições.Ligam-se a nós por uma certa semelhança de gostos, de acordo com nossas inclinações pessoais. Se simpatizam com nossos ideais, com nossos projetos, procuram nos ajudar e, muitas vezes tomam nossas dores contra nossos adversários, situação em que não conta com o beneplácito dos Espíritos protetores.