Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Desigualdade social. Igualdade de direitos do homem e da mulher -

Desigualdade social. Igualdade de direitos do homem e da mulher -

Objetivo
Identificar a causa das desigualdades sociais.
Explicar as razões da igualdade de direitos do homem e da mulher.

Estudo
LE
806. É lei da natureza a desigualdade das condições sociais?
“Não; é obra do homem e não de Deus.”
a) — Algum dia essa desigualdade desaparecerá?
“Eternas somente as leis de Deus o são. Não vês que dia a dia ela gradualmente se apaga? Desaparecerá quando o egoísmo e o orgulho deixarem de predominar. Restará apenas a desigualdade do merecimento. Dia virá em que os membros da grande família dos filhos de Deus deixarão de considerar-se como de sangue mais ou menos puro. Só o Espírito é mais ou menos puro e isso não depende da posição social.” PERGUNTAS: 1) Nascer em família mais abastarda  não tem então ligação com uma lei da natureza? 2) Tem então ligação com que e porque?
807. Que se deve pensar dos que abusam da superioridade de suas posições sociais, para, em proveito próprio, oprimir os fracos? “Merecem anátema! Ai deles! Serão, a seu turno, oprimidos:
renascerão numa existência em que terão de sofrer tudo o que tiverem feito sofrer aos outros.” (684) (Observação:Anátema=Maldição) PERGUNTAS: 1) Com base na reposta dos espíritos, podemos considerar a situação de penúria em que se encontram algumas pessoas ou povos, o resultado da lei da ação e reação, como por exemplo nascer em Biafra? 2) Isto se aplica a todas as situações ou podem haver outros motivos?


817. São iguais perante Deus o homem e a mulher e têm os mesmos direitos?
“Não outorgou Deus a ambos a inteligência do bem e do mal e a faculdade de progredir?” PERGUNTAS: 1) O que vem a ser a inteligência do bem e do mal?  2) Pelas coisas que tem que passar a mulher para propiciar a perpetuação da espécie, não podemos considerar uma injustiça da parte de Deus a existência menos penosa do homem?

818. Donde provém a inferioridade moral da mulher em certos países?
“Do predomínio injusto e cruel que sobre ela assumiu o homem. É resultado das instituições sociais e do abuso da força sobre a fraqueza. Entre homens moralmente pouco adiantados, a força faz o direito.” PERGUNTA: Sobre esta questão, qual paralelo podemos formar com as palavras de Jesus “ Bem aventurados os mansos porque herdarão a Terra” e “Quem não tiver pecados que atire a primeira pedra”.

819. Com que fim mais fraca fisicamente do que o homem é a mulher?
“Para lhe determinar funções especiais. Ao homem, por ser o mais forte, os trabalhos rudes; à  mulher, os trabalhos leves; a ambos o dever de se ajudarem mutuamente a suportar as provas de uma vida cheia de amargor.” PERGUNTAS: 1) Embora a resposta tenha uma colocação indicativa de vida = amarguras, é este o sentido que devemos revestir nossos sentimentos?  2) Como devemos entender a questão com base no comportamento de Jesus ante a  sociedade em sua passagem pela Terra?

820. A fraqueza física da mulher não a coloca naturalmente sob a dependência do homem?
“Deus a uns deu a força, para protegerem o fraco e não para o escravizarem.” Deus apropriou a organização de cada ser às funções que lhe cumpre desempenhar. Tendo dado à mulher menor força física, deu-lhe ao mesmo tempo maior sensibilidade, em relação com a delicadeza das  funções maternais e com a fraqueza dos seres confiados aos seus cuidados. PERGUNTA: O progresso da civilização mudou em alguma coisa esta situação?
821. As funções a que a mulher é destinada pela Natureza terão importância tão grande quanto as deferidas ao homem?
“Sim, maior até. É ela quem lhe dá as primeiras noções da vida.”
822. Sendo iguais perante a lei de Deus, devem os homens ser iguais também perante as leis humanas?
“O primeiro princípio de justiça é este: Não façais aos outros o que não quereríeis que vos fizessem.”
a) — Assim sendo, uma legislação, para ser perfeitamente justa, deve consagrar a igualdade dos direitos do homem e da mulher?

“Dos direitos, sim; das funções, não. Preciso é que cada um esteja no lugar que lhe compete. Ocupe-se do exterior o homem e do interior a mulher, cada um de acordo com a sua aptidão. A lei humana, para ser eqüitativa, deve consagrar a igualdade dos direitos do homem e da mulher. Todo privilégio a um ou a outro concedido é contrário à justiça. A emancipação da mulher acompanha o progresso da civilização. Sua escravização marcha de par com a barbaria. Os sexos, além disso, só existem na organização física. Visto que os Espíritos podem encarnar num e noutro, sob esse aspecto nenhuma diferença há entre eles. Devem, por conseguinte, gozar dos mesmos direitos.” PERGUNTA: Podemos considerar pela explicação acima que a mulher deve ater-se aos serviços domésticos uma vez que não deve haver a igualdade de funções?

ESE
5. Jesus entrou em dia de sábado na casa de um dos principais fariseus para aí fazer a sua refeição. Os que lá estavam o observaram. - Então, notando que os convidados escolhiam os primeiros lugares, propôs-lhes uma parábola, dizendo: "Quando fordes convidados para bodas, não tomeis o primeiro lugar, para que não suceda que, havendo entre os convidados uma pessoa mais considerada do que vós, aquele que vos haja convidado venha a dizer-vos: dai o vosso lugar a este, e vos vejais constrangidos a ocupar, cheios de vergonha, o último lugar. - Quando fordes convidados, ide colocar-vos no último lugar, a fim de que, quando aquele que vos convidou chegar, vos diga: meu amigo, venha mais para cima. Isso então será para vós um motivo de glória, diante de todos os que estiverem convosco à mesa; - porquanto todo aquele que se eleva será rebaixado e todo aquele que se abaixa será elevado." (S. LUCAS, cap. XIV, vv. 1 e 7 a 11.)

PERGUNTA: Analisando a mensagem acima, o que se entende por “se abaixa”? Dê exemplos disso em casa, no trabalho, etc.

BIBLIOGRAFIA:
O Livro dos Espíritos e o Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec.
Estudo Sistematizado II - FEB