Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Amigos Espirituais

"Os amigos espirituais auxiliam aos companheiros encarnados na Terra, em toda parte e sempre. Sobretudo, com alicerces na inspiração e no concurso indireto. Serviço no bem do próximo, todavia, será para todos eles o veículo essencial. Contato fraterno por tomada de ligação." (Emmanuel, por Chico Xavier).
    Josué vivia uma vida muito estressada e aos domingos gostava de fazer alguma coisa diferente para aliviar o estresse. E nada melhor do que fazer uma pescaria. Todos seus problemas eram descarregados na água do Mar e no final do dia, pegando peixe ou não, voltava para casa mais leve e pronto para outra semana de trabalho. Na maioria das vezes incluía sua família nessas pescarias, quando o lugar não oferecia riscos à integridade física de sua esposa e de seus filhos.
    Assim, nosso amigo ia levando a vida. Sempre voltando para casa com segurança e muito feliz. Mas, em nossa caminhada aqui na Terra não estamos livres de encontrar algum obstáculo pelo caminho e, assim, aconteceu. Num domingo, por volta de dezenove horas ele estava voltando para casa, na penumbra da boca da noite, tendo observado que o reflexo dos faróis dos carros em sentido contrário deixava-o sem ver nada, devido ao acúmulo de poeira no vidro dianteiro do carro.
    Josué não tinha ideia de como aconteceu, mas ouviu perfeitamente uma voz falar-lhe aos ouvidos para encostar o carro e limpar o vidro, para continuar a viagem com segurança. Como havia um acostamento para ônibus logo adiante ele deu uma reduzida e encostou com a intenção de parar, mas logo desistiu e voltou ao asfalto, não dando ouvidos à voz do seu Anjo, quando veio a tragédia a uns duzentos metros a frente. Um homem alcoolizado, fugindo de uma briga num bar, correu diretamente para cima do carro não dando chance de Josué frear, nem desviar, morrendo instantaneamente com o impacto. Josué conseguiu dominar o carro, conduzindo-o para o acostamento, livrando-se de morrer esmagado com sua família por um caminhão pesado que vinha colado na traseira.
    A conclusão que chegamos sobre essa pequena narrativa é de que nunca estamos sozinhos. Precisamos ouvir a voz do nosso Anjo Guardião. Deus, em sua bondade de Pai Eterno está sempre cuidando de suas criações. Ao nascermos, Ele coloca do nosso lado para caminhar conosco um Anjo, Espírito de alta elevação, que já cuidou de nós em outras existências corporais e espirituais e continua fazendo isso nessa vida.
    Os bons pensamentos e as atitudes nobres é que mantêm nosso Anjo Guardião perto de nós. Quando fazemos coisas ruins, que desagradam ao Pai ou infringimos suas Leis, nosso Anjo Guardião se afasta temporariamente e ficamos desprotegidos.  Vamos manter esse amigo espiritual sempre próximo de nós. Pensem nisso!
Fonte:
Romeu Leonilo Wagner, Belém, Pará.