Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

domingo, 9 de abril de 2017

ESPIRITISMO E ENFERMIDADES

ESPIRITISMO E ENFERMIDADES


PARTE I: CIÊNCIAS E DOENÇAS

Baseando-se nos informes da Organização Mundial de Saúde, temos que: SAÚDE é o estado de completo bem-estar físico, mental, psíquico e social do indivíduo e DOENÇA é a falta ou pertubação da saúde.

As doenças têm por causa os agentes:

- químicos (fatores climáticos, físicos e químicos)

- biológicos (insetos vetores e riscos de contágio, bactérias, vírus e parasitas; alterações genéticas e degenerativas)

- psicossociais (fatores ambientais, psíquicos e sociais)

São fatores básicos para a manutenção da saúde (da normalidade funcional e equilíbrio orgânico): a resistência orgânica e a resistência natural, as quais se relacionam com as funções nutritivas, imunitárias, mecanismo de adaptação, funções psíquicas. Quanto às doenças, são de diferentes tipos: Cromossômicas, auto-imunes, degenerativas, genéticas, hereditárias, infecciosas, mentais, parasitárias, metabólicas.


PARTE II: ORIGEM ESPIRITUAL DAS DOENÇAS

“As doenças fazem parte das provas e vicissitudes da vida terrena, são inerentes à grosseria da nossa natureza material e à inferioridade do mundo que habitamos.” (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo). Sem desprezar nem contrariar as afirmativas da ciência, a Doutrina Espírita complementa nossos conhecimentos sobre saúde e doença com informações e esclarecimentos espirituais. Assim, ficamos sabendo:

- que a doença tem origem espiritual, decorre do estado evolutivo do ser e nunca acontece por acaso;

- que podemos enfermar por ação fluídica;

- o que devemos fazer para prevenir, superar ou como suportar a enfermidade.

DOENÇAS HEREDITÁRIAS

“As paixões e excessos de toda ordem semeiam em nós germes malsãos, às vezes hereditários.” (Allan Kardec). Quando herdamos uma doença, é por que:

- temos ligação espiritual anterior com os membros desta família;

- ou precisamos dessa situação como expiação;

- ou é uma prova para que sejamos levados a conhecer o problema e procurar solucioná-lo, ou aprender a suportá-lo, testemunhando fé, paciência, resignação.

DOENÇAS CONTAGIOSAS

Neste caso, permanecemos neste meio onde estas doenças se incidem também por necessidade de prova ou expiação, e temos no caso predisposição para o contágio em virtude de fragilidade em nosso perispírito ou por atos infelizes em anteriores existências.

ENFERMIDADES POR AÇÃO FLUÍDICA

“Sendo o perispírito dos encarnados de natureza idêntica à dos fluidos espirituais, ele os assimila com facilidade, como uma esponja se embebe de um líquido. Esses fluidos exercem sobre o perispírito uma ação tanto mais direta quanto, por sua expansão e irradiação, o perispírito com ele se confunde. Atuando esses fluidos sobre o perispírito, este, a seu turno reage sobre o organismo material com que se acha em contato molecular.” (Allan Kardec/ A Gênese)

* Por ação própria: pensando, sentindo, agindo, influímos sobre os fluidos do nosso perispírito e os efeitos fatalmente atingirão o corpo físico.

* Por influência de outros: é pelos fluidos que emanamos que atraímos os bons ou maus espíritos, os quais influenciarão com os seus sobre nós.

Em ambos os casos, podemos verificar que somos nós os únicos responsáveis pelo equilíbrio ou desequilíbrio energético de nossos corpos.


PARTE III: ENFERMIDADE E PREVENÇÃO

Quando nos perturbamos ou desequilibramos física ou espiritualmente de modo intenso e demorado, ocorre:

- desgaste fluídico, onde se consome muito fluido vital e não conseguimos produzir outros suficientes para se renovar.

- produzimos fluidos densos, mórbidos, doentios, onde estes maus fluidos se acumulam no perispírito e, aos poucos, são filtrados para as células do corpo físico, podendo levar um órgão, sistema ou aparelho a lesão ou mal funcionamento.

- quebra da resistência natural, o organismo fica mais exposto à eclosão de enfermidades ou a contraí-las do exterior.

“... o número de enfermidades essencialmente orgânicas, sem interferências psíquicas, é positivamente diminuto... A maioria das moléstias procede da alma, das profundezas do ser.

... quantas enfermidades pomposamente batizadas pela ciência médica não passam de estados vibratórios da mente em desequilíbrio.

... qualquer desarmonia interior atacará naturalmente o organismo em sua zona vulnerável. Um experimentar-lhe-á os efeitos no fígado, outro, nos rins e, ainda outro, no próprio sangue.

Em tese, todas as manifestações mórbidas se reduzem a desequilíbrio esse cuja causa repousa no mundo mental.” (Emmanuel , Vinhas de Luz, cap. CLVII)

Saúde é, principalmente, uma questão de manutenção do equilíbrio fluídico e doença, tem origem espiritual, nesta ou em vidas passadas.

É imprescindível cuidar do corpo físico, cultivar bons pensamentos e sentimentos, praticar o bem sempre.

“Se Deus não houvesse querido que os sofrimentos corporais se dissipassem ou abrandassem em certos casos, não teria posto ao nosso alcance meios de cura. A esse respeito, a sua solicitude, em conformidade com o instinto de conservação, indica que é dever nosso procurar esses meios e aplicá-los.” Allan Kardec

“Se, porém, mal grado aos nossos esforços não o conseguirmos, devemos suportar com resignação os nossos passageiros males. Lembremo-nos de que as lesões e chagas, frustrações e defeitos em nossa forma externa são remédios da alma que nós mesmos pedimos à farmácia de Deus.” (Emmanuel Seara dos Médiuns).