Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Tolerância




# Respeito e consideração pela diferença.
# O termo "tolerância" teve no passado e com sentido negativo, a função de designar as atitudes permissivas por parte das autoridades diante de atitudes sociais impróprias ou erradas.
# Hoje em dia pode ser considerada uma virtude e se apresenta como algo positivo. Reconhecer nos demais o direito de ter opiniões diferentes.
# O que leva duas pessoas a entrarem em discórdia?
# A invasão do direito alheio, o ultrapassar o limite de tolerância, a incapacidade de compreensão mútua ou própria, a falta de empatia, a nossa própria natureza, o nosso temperamento...
# Somos todos diferentes e essa diferença é um recurso divino para promover o nosso aprendizado na Terra.
# Se não exercitarmos a tolerância além de desperdiçarmos a oportunidade de aprender e evoluir, semearemos conflito em terrenos em que se deveria cultivar a amizade.
# Não podemos exigir que as pessoas pensem e ajam à nossa maneira.
# Devemos aceitar a idéia de permitir que cada um siga o caminho que lhe é próprio.
# Vivemos em sociedade e é nela que sobrevivemos; e sobreviver não é assim tão fácil.
# A tolerância surge-nos aqui como uma virtude essencial desse processo tão vital, da integração.
# Não tenho de impor o que penso, quem sou, nem sobreviver sendo tu: A sociedade é tão mais rica quanto mais se viver a diferença.
# Na sociedade atual, as pessoas atropelam os valores umas das outras, impõem culturas e não consegue aceitar tudo o que não seja semelhante aos seus padrões de vida.
# Quantas vezes se assistem a cenas de racismo, imposição de religiões e de costumes?
# Fizeram isso durante o descobrimento e se pensarmos bem, fazemos isso todos os dias.
# Há um importante questionamento: a tolerância deve ter limites ou não?
# A tolerância te a sua justa medida.
# Ninguém pensa que se deve tolerar o roubo, a violação ou o assassinato.
# Impor o império da lei ou um sistema de autoridade teria de considerar-se como uma grosseira manifestação da intolerância.
# Parece claro que, se nos deixássemos levar por esses erros, acabaríamos sob a lei do mais forte.
# Seria impossível estabelecer um sistema de direito ou qualquer tipo de ordenamento jurídico.
# Seria como a lei da selva.
# Não haveria forma de viver pacificamente em sociedade.
# Promover a tolerância não é tolerar tudo, porque é evidente que não se podem permitir tudo.
# Bastará imaginar uma coletividade humana em que tudo devesse ser tolerado e logo se pensa num caos completo e absoluto.
# Então o problema surge, quando essa diversidade deixa de ser legítima, ou entra em colisão com o bem comum, ou com o direito dos outros.
# Você não pode dizer aos outros o que eles devem fazer.
# Você pode encorajar as pessoas, compartilhando as experiências que você viveu em situações parecidas com as delas.
# Não julgue, apenas acolha e fale com amor.
# É preciso ter percorrido o caminho do outro, tropeçado nos obstáculos, superado dores e desafios, para poder dizer a outra pessoa o que fazer.
# Diferente não é certo ou errado. É uma realidade.
# Diferenças só se tornam um problema quando resolvemos nos medir por nossas diferenças, querendo determinar quem está certo e quem está errado.
# Ou quando queremos igualar as pessoas!!!