Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

domingo, 27 de novembro de 2016

Problema de Queixas

    Problema de Queixas

    Tenho aqui sua consulta,
    Meu caro Raimundo Seixas;
    Você pede opinião
    Quanto ao problema das queixas.

    Sem rodeios sobre o assunto,
    Posso afirmar, meu irmão,
    Toda queixa, quase sempre,
    É conversa gasta em vão.

    A gente chora, reclama,
    No entanto, o caso é sabido:
    Lamentação sem trabalho
    É voz de tempo perdido.

    cada pessoa recebe
    Certo serviço a fazer,
    Somos nós servos da vida,
    Cada qual em seu dever.

    Se o espírito é rebelde,
    Perante o mínimo encargo,
    Inclina-se para a fuga
    Começando em verbo amargo.

    Lastima-se contra o tempo
    Em tudo, seja onde for,
    Censura-se o pó, a pedra,
    O vento, o frio, o calor...

    Mas nessa história de queixas,
    Você pode registrar:
    Quem caminha reclamando
    Principia a piorar.

    Dever é um fardo do Céu
    E a quem o vote a desprezo,
    Surge uma lei vigorosa
    Impondo ao fardo mais peso.

    Parece que Deus nos cede
    Uma cruz de dons extremos,
    Fugindo a ela, encontramos
    As cruzes que merecemos.

    Você recorda o Alexandre,
    Clamava contra chefias...
    Depois, ficou sem trabalho
    Por mais de quinhentos dias.

    Chorando quatro cruzeiros,
    Saiu Antonico Brotas,
    Vindo logo a tromba dágua
    Levou-lhe o colchão de notas.

    Reclamando anel perdido,
    A irada Dona Rosenda,
    Transportando vela acesa,
    Incendiou a fazenda.

    Ao queixar-se contra a esposa,
    Laurindo da Conceição
    Atirou dez mil cruzeiros
    Na fogueira de São João.

    Zangando-se contra a chuva
    Dona Liquinha Pastura,
    Ao correr, teve uma queda
    De quatro metros de altura.

    Penso hoje, caro irmão,
    Pelas provas que já vi:
    pessoa, em se queixando,
    Perde o controle de si.

    Após a morte do corpo
    É que se vê quanta gente
    Lastima o tempo perdido
    Ao zangar-se inutilmente.

    Anote o caso em você,
    Em você e em derredor:
    Na vida de quem se queixa
    A vida fica pior.

    Se você quer ser feliz
    Na terra e no Mais Além,
    Trabalhe, siga e prossiga
    Sem se queixar de ninguém.