Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

domingo, 2 de outubro de 2016

Parábola do Bom Samaritano

Parábola do Bom Samaritano
-------------------------------------------------------------------

A - Texto de Apoio:
Então, levantando-se, disse-lhe um doutor da lei, para o tentar: Mestre, que preciso fazer para possuir a vida eterna? - respondeu-lhe Jesus: Que é o que está escrito na lei? Que é o que lês nela? - Ele respondeu: Amarás o Senhor teu Deus de todo o coração, de toda a tua alma, com todas as tuas forças e de todo o teu espírito, e a teu próximo como a ti mesmo. - Disse-lhe Jesus: Respondeste muito bem; faze isso e viverás.

Mas, o homem, querendo parecer que era um justo, diz a Jesus: Quem é o meu próximo? - Jesus, tomando a palavra, lhe diz: Um homem, que descia de Jerusalém para Jericó, caiu em poder de ladrões, que o despojaram, cobriram de ferimentos e se foram, deixando-o semimorto. - Aconteceu em seguida que um sacerdote, descendo pelo mesmo caminho, o viu e passou adiante. -Um levita, que também veio àquele lugar, tendo-o observado, passou igualmente adiante. - Mas, um samaritano que viajava, chegando ao lugar onde jazia aquele homem e tendo-o visto, foi tocado de compaixão. - Aproximou-se dele, deitou-lhe óleo e vinho nas feridas e as pensou; depois, pondo-o no seu cavalo, levou-o a uma hospedaria e cuidou dele. - No dia seguinte tirou dois denários e os deu ao hospedeiro, dizendo: Trata muito bem deste homem e tudo o que despenderes a mais, eu te pagarei quando regressar.

Qual desses três te parece ter sido o próximo daquele que caíra em poder dos ladrões? - O doutor respondeu: Aquele que usou de misericórdia para com ele. - Então, vai, diz Jesus, e faze o mesmo. (S. LUCAS, cap. X, vv. 25 a 37.)

B - Questões para estudo e diálogo virtual:

1 - O que queria dizer o doutor da lei, com a expressão "possuir a vida eterna"?

2 - Por que, ao contar a parábola, Jesus escolheu o samaritano, e não o sacerdote ou o levita, para prestar auxílio ao necessitado?

3 - Que lição de vida Jesus nos oferece, com a parábola do Bom Samaritano?

Parábola do Bom Samaritano - Conclusão Voltar ao estudo

Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo
Sala Virtual Evangelho

-------------------------------------------------------------------
EESE093b - Cap. XV - Item 2
Tema: Parábola do Bom Samaritano
-------------------------------------------------------------------

A - Conclusão do Estudo:
Não são as práticas exteriores ou os rótulos religiosos que nos conduzem às situações melhores, mas os nossos atos de caridade para com o próximo, por amor a Deus. A religião apenas esclarece.

B - Questões para estudo e diálogo virtual:

1 - O que queria dizer o doutor da lei, com a expressão "possuir a vida eterna"?

Ele referia-se ao estado de bem-aventurança, que apenas os espíritos dos justos conseguem alcançar.

Estamos na Terra para nos aperfeiçoar. Por isso, é fundamental que conheçamos os caminhos que conduzem à perfeição.

2 - Por que, ao contar a parábola, Jesus escolheu o samaritano, e não o sacerdote ou o levita, para prestar auxílio ao necessitado?

A fim de deixar bem claro que praticar a caridade não é prerrogativa das pessoas religiosas, mas procedimento comum às almas nobres e compassivas, ainda que, às nossas vistas, pareçam distantes de Deus, por não possuírem religião.

"Jesus coloca o samaritano, considerado herético (homem sem fé), mas que pratica o amor ao próximo, acima do ortodoxo (observador da doutrina), mas que não pratica a caridade."

Não são os rótulos religiosos que nos conduzem à salvação, mas os atos de caridade para com o nosso próximo.

3 - Que lição de vida Jesus nos oferece, com a parábola do Bom Samaritano?

Ele nos exorta a olhar em volta e a descobrir as feridas - aparentes e secretas - de nossos irmãos; Ele nos estimula a amenizar-lhes as dores, a consolar-lhes as aflições, enfim, a sermos seus "bons samaritanos".

"Então, vai, diz Jesus, e faze o mesmo."

Façamos um exame dee consciência e vejamos quantos "feridos" deixamos desamparados na estrada da vida, por nosso egoísmo e indiferença.



1998-2015 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo