Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

domingo, 3 de julho de 2016

Bem-aventurados os puros de coração


Assim disse Jesus:
“Deixem que venham a mim as criancinhas, não as impeçam, pois o Reino dos Céus é para aqueles que se assemelham a elas. Em verdade, Eu digo a vocês: Todo aquele que não tiver a humildade e pureza de uma criança não entrará no Reino de Deus.”
     Jesus se refere àqueles que se assemelham à pureza de uma criança, que é simples e humilde. Que não manifestaram nenhuma tendência para o mal e que as experiências de vidas passadas ainda estão adormecidas, por isso o espírito no corpo infantil é dócil. A criança está aberta ao aprendizado, e como símbolo da inocência, da humildade e da simplicidade, as fazem necessitar de cuidados, também pela sua fraqueza corporal assim facilitando as modificações a exercer ações no bem.
     Elas não dão demonstrações de egoísmo e nem de orgulho. Só assim que poderão entrar no Reino dos Céus, que é o lugar destinado àqueles que foram bons e viveram de acordo com as Leis de Deus.
     Aquele que é puro de coração é o homem que se despiu das mazelas, das quais os levam aos constantes erros, como: as doenças do corpo e da alma, causadas principalmente por causa do egoísmo e do egoísmo. O apego às coisas também as fazem ser impuras de coração.
     Com o véu do esquecimento, cuja lembrança de vidas passadas só atrapalharia a nova existência terrena, o espírito é mais forte moral e intelectualmente, preservando somente a intuição do que conserva de outras encarnações.
     O homem sendo um espírito encarnado tem como meta ser puro de coração, e ele têm as ferramentas para se aperfeiçoar. Mas tem o véu da ilusão. Ele precisa ser livre as obsessões e enfim, se reconhecer como filho de Deus. Entender que o próximo é a extensão dele mesmo. Que a dificuldade dos outros devem ser respeitadas por que ele tem as dele. Assim, as imperfeições vão sumindo aos poucos.
     Ele deve se habituar a trocar os vícios pelas virtudes, para chegar à perfeição. Crê em Deus não é suficiente para ser puro de coração, tem que ser por inteiro. Pois para chegar à pureza, é precisar limpar as sujidades da alma, ter a vontade de mudar para melhor, mudar suas emoções, sentimentos, sensações e principalmente as atitudes e os pensamentos.
     Se homem parasse de cometer até a maldade por pensamento, isso mudaria muita coisa para melhor, porque isso só é resultado da impureza da alma dele. E para eliminar as imperfeições da alma, é necessário destruir os vícios, os defeitos e tudo o que seja necessário para que haja uma limpeza profunda.
     Portanto, as “criancinhas”, sendo o espírito encarnado nos primeiros anos da vida humana, é o símbolo da pureza e da simplicidade, apesar das vidas anteriores estarem escondidas. E, é revestido da roupagem da inocência. Somente um espírito que atingiu a perfeição poderia ser modelo da verdadeira de pureza. Por isso, Jesus usa a infância como símbolo dessa pureza.