Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Aprender com o sofrimento - Bem e Mal Sofrer


 “Quando o Cristo disse: Bem-aventurados os aflitos, pois deles é o reino dos Céus, não se referia àqueles que sofrem em geral, pois todos os que estão na Terra sofrem, estejam ou num trono, ou na extrema miséria. Mas poucos sabem sofrer, poucos compreendem que somente as provas bem suportadas podem conduzir o homem ao reino de Deus.” (Evangelho segundo o Espiritismo, Cap.5- item 18)

Iniciamos a reflexão a partir da afirmação acima por compreendermos que o sofrimento faz parte do caminhar de todos nós na atual encarnação. No entanto, é necessário verificarmos se o que denominamos sofrimento realmente o é, pois muitas vezes sofremos por caprichos não atendidos; será isso atribuição real? Há que se ter um processo de percepção da maneira como compreendemos o sofrimento.

Existem várias circunstâncias na vida em que o sofrimento nos acomete, seja através de situações físicas, enfermidades, morais, espirituais, sociais, emocionais ou por várias delas ao mesmo tempo. Contudo, não sabemos quando seremos visitados pelos dissabores e nem como conseguiremos lidar com as adversidades, por isso a importância do Evangelho de Jesus no coração para percorrermos os aprendizados com dignidade e serenidade.

Qual de nós nunca se viu em situações de sofrimento?

Como nos posicionamos perante o inesperado?

Acredito que essas questões já nortearam por alguns instantes os nossos pensamentos, uma vez que estamos encarnados em um planeta de provas e expiações e sabemos que nessa etapa em que o planeta se encontra o aprendizado e burilamento para os nossos espíritos em algumas circunstâncias surge através do sofrimento. Sendo assim, é essencial que busquemos o equilíbrio para vencer as etapas pelas quais formos passando na caminhada terrena, com a certeza de que a espiritualidade está sempre conosco ombro a ombro e lado a lado.
Sabemos que o Evangelho nos traz leis divinas que servem como guia e força para trilharmos o caminho do encontro conosco, vencendo as mazelas de modo a permitir que o homem novo vá se legitimando dentro de nós. Essa busca nos permite compreender os momentos de sofrimento para avançarmos, e outro caminho além de se conhecer melhor é servir, auxiliar os menos favorecidos, ter fé inabalável e abrir o coração para receber o amparo, pois essas atitudes corroboram para o aprendizado do bem sofrer.

Na atualidade se faz premente aprender a crescer com o sofrimento, visto que cada um a seu tempo vivencia seus cadinhos de sofrimentos. O importante é ter a certeza de que o Senhor nos criou para a felicidade. Entretanto, enquanto não aprendermos a lição necessária, as situações retornarão em nossas vidas até que estejamos aptos a avançar para outras esferas. No momento do sofrimento é de fundamental importância estar desperto para receber a visita de Jesus, que se apresenta através de sutilezas, de pequenos sinais, por isso é imprescindível estarmos atentos.

Assim como o bem passa, a dor também passa, por isso é preciso ter amor para vencer as experiências vivenciadas, confiando sempre que, após a noite, um novo dia se descortinará e com ele novas possibilidades para escolhermos o bem sofrer na maneira de seguir os aprendizados dessa vida. Necessário se faz renovar os sentimentos e aceitar resignadamente, mas não estagnados, os sofrimentos da vida.

Para finalizar gostaríamos de deixar um trecho do livro Um modo de entender – uma nova forma de viver, de Francisco do Espírito Santo Neto, ditado por Hammed, lição 12 “Sofrimento”: Eu não sou sofredor. Eu estou sofredor. Ser e estar são angulações diferenciadas que influenciam sobremaneira o psiquismo na estrutura da alma em evolução. Sofrer é, portanto, um sintoma que indica que a causa sou eu mesmo, por isso devo renovar-me... Renovar é a meta. Você é arquiteto do seu destino.”

Que encontremos em nossa intimidade os recursos necessários para nos renovarmos, vencendo as provas e expiações, que com certeza nos levarão a melhores caminhos se assim soubermos aproveitá-las.

Muita saúde, paz e alegria!
Alexa Salomão