Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

PERDOAI PARA QUE DEUS VOS PERDOE

PERDOAI PARA QUE DEUS VOS PERDOE

1.     “Bem aventurados aqueles que são misericordiosos, porque eles próprios obterão misericórdia. (São Mateus, cap. v.7)”.


2.     “Se perdoardes aos homens as faltas que eles fazem contra vos, vosso Pai Celestial vos perdoará também vossos pecados, mas se não perdoardes aos homens quando eles vos ofendem, vosso Pai, também não vos perdoará os pecados. (Idem, Cap. VI, v.14 e 15)”.


A misericórdia requer:

·       Esquecimento das ofensas

·       Perdão das ofensas


O ódio e o rancor se contrapõe à misericórdia:

ÓDIO E RANCOR:
SEM ELEVAÇÃO E SEM GRANDEZA

·       Demonstra uma alma sem elevação e sem grandeza;

·       É sempre ansiosa, de uma suscetibilidade desconfiada e cheia de felicidade.


MISERICÓRDIA:

·       Implica no esquecimento das ofensas;

·       Demonstra uma alma elevada;

·       Ser calma, cheia de mansuetude e de caridade.


 Para refletir:


Aquele que disser: Eu nunca perdoarei...


—  Com que direito reclamará o perdão de suas próprias faltas se você mesmo não perdoa as dos outros...


—  Jesus ensinou que a misericórdia não tem limite, quando diz para perdoar seu irmão não sete vezes, mas setenta vezes sete vezes.


Para refletir:

Há duas maneiras diferentes de perdoar


1.     “Uma grande, nobre, verdadeiramente generosa, sem segunda intenção, que poupa com delicadeza o amor-próprio e a suscetibilidade do adversário, tivesse mesmo esse último toda a culpa.”


2.     “Quando o ofendido, impõe ao outro condições humilhantes, e faz sentir o peso do perdão que irrita, em lugar de acalmar; se estende a mão, não é com benevolência, mas com ostentação, a fim de poder dizer a todo mundo: vede como sou generoso.”


Para refletir:


“...aquele que se mostre mais Conciliador, que prove mais desinteresse, Caridade e verdadeira grandeza d´alma, conquistará sempre a simpatia das pessoas imparciais.”