Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

O caminho da afabilidade e da doçura...


 
O caminho da afabilidade e da doçura...
Autor Renata Cibele Grivol Lima - dlima_r@yahoo.com.br

AddThis Sharing Buttons

A boa vontade em acolher nossos semelhantes é fruto do amor. Deste amor nasce a afabilidade e a doçura.

A afabilidade é o dom da gentileza. É a nobreza de caráter. É a compreensão com as falhas do outro e de si mesmo.

A doçura é a meiguice da suavidade. É o carinho nos relacionamentos. É a poesia da leveza que nos transformam em agentes inspiradores do amor.

Experimentamos várias formas de amar e quanto mais verdadeiros, porém suaves os encontros, mais desejamos recordar.

A vida é um navegar no fluxo dos acontecimentos. É tomar posições sem agredir e sobrevoar acima das incertezas, acreditando que o melhor há de vir!

Um caminho suave onde as pedras tornam-se delicadas. Pedras sinalizadoras do estado de conservação da estrada e das intenções de quem as preservam.

A preservação é uma ordem para o contínuo viver. Estamos sempre encontrando meios para preservar o mundo que vivemos.

Mas, que mundo é este que vivemos?

Um mundo onde o caminho é a valorização das aparências e das idéias ditas como corretas. Lugar onde a educação além de colocar ordem (benéfica até certo ponto!) também tem poder de fazer almas perderem-se de si.

Vive-se no mundo e tenta-se engajar-se nele.

Quem sou eu? Quem é você? Estamos aqui juntos, mas será que o que sou atrapalha quem você é?

Tento manter-me terna e tranqüila neste mundo repleto de tribulações. E você? Será que interpreta quem sou como fraqueza?

E seu jeito de ser, é interpretado como? Isto não tem importância, não é mesmo?

O importante é como nos vemos e nossa capacidade de interagir com o mundo. Isto sim faz toda a diferença!

Respondemos de alguma maneira as solicitações da vida. Aprendemos a viver vivendo. E hoje, somos o resultado de escolhas. Escolhemos diariamente o que queremos vivenciar.

Escolhas são caminhos, sem garantia de sucesso!

Agora o caminho da gentileza e da doçura é uma ponte segura que integra os desejos das almas envolvidas.

Somos diferentes na aparência, porém iguais no desejo de encontrar a felicidade.

Somos a pedra bruta para pacientemente forjar. E a vida dá um jeito de nos ensinar, com certeza!


Um abraço.