Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

terça-feira, 14 de junho de 2016

AINDA É PRECISO QUE HAJA ESCÂNDALOS*

AINDA É PRECISO QUE HAJA ESCÂNDALOS*


“Se a vossa mão é motivo de escândalo, cortai-a”. (S. Mateus, cap. 18, VV 29 e 30)        
           
A máxima evangélica citada acima por muito tempo foi interpretada ao pé da letra, denotando um pressuposto básico da Lei de Talião, “olho por olho, dente por dente”.
           
Porém, uma palavra essencial da colocação do Mestre Jesus passa despercebida. Trata-se do escândalo.
           
Segundo Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo, “escândalo se diz de toda ação que de modo ostensivo vá de encontro à moral ou ao decoro”.
           
Como referia o Codificador de Lion, o escândalo não está na ação em si mesma, mas na repercussão que possa ter. Exemplos claros de escândalos vivenciamos diariamente, basta que liguemos a televisão no noticiário ou abramos o periódico que nos chega todos os dias.
           
Várias pessoas contentam-se em apenas evitar os escândalos, dado o rumor que o segue. Tais pessoas, como dizia Jesus, não são mais que “sepulcros branqueados por fora, mas cheios, por dentro, de podridões; vasos limpos no exterior e sujos no interior”.
           
Ocorre que, no sentido evangélico, o emprego da palavra escândalo é muito mais geral. Não se trata apenas do que afeta o outro, mas tudo que resulta dos vícios e das imperfeições humanas. O escândalo, neste caso, é o resultado efetivo do mal moral.
           
Jesus foi ainda mais longe quando referiu que era preciso que houvesse escândalo no mundo, pois, conhecedor por excelência da natureza humana, o mestre era sabedor das imperfeições de que são dotados os homens e da sua propensão a praticar o mal, o que não significa que estamos condenados a praticar sempre o mal.
           
Muito pelo contrário. E foi por essa razão que o Mestre Jesus utilizou uma linguagem tão enérgica quando referiu que “se vossa mão é causa de escândalo, cortai-a”. Seria um absurdo tomá-la ao pé da letra e, segundo Allan Kardec “significa, apenas, que cada um deve destruir em si toda causa de escândalo, isto é, de mal”.
           
Dessa forma, antes de observarmos os escândalos alheios, cuidemos dos nossos próprios, na acepção mais geral do termo, àquela referida no evangelho e esmiuçada por Allan Kardec.
           
Enfim, muitas vezes o Mestre Jesus utilizou-se de linguagens alegóricas, que acabam por serem incompreendidas sem a chave, que para as decifrar o Espiritismo faculta.
           
Aproveitando o ensejo, convidamos a todos para prestigiar a Semana Nacional de Valorização da Pessoa com Deficiência que se realizará entre os dias 21 e 28 de agosto de 2013, com várias atividades na sede da União Espírita Bageense – Caminho da Luz, sito em Bagé/RS à Avenida Gen. Osório, 2478. Mais informações pelos telefones 53-32424155 e 53-32423500.

José Artur M. Maruri dos Santos
Colaborador da União Espírita Bageense

Acesse: facebook.com/bagespirita
Comente: josearturmaruri@hotmail.com

*Coluna publicada no Jornal Minuano, em Bagé/RS, entre os dias 17 e 18 de agosto de 2013.