Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

CONHECIMENTO DE SI MESMO

CONHECIMENTO DE SI MESMO    

"CONHECE-TE A TI MESMO, E TEU SABER ILUMINARÁ O UNIVERSO". (Sócrates)

     Essa frase, muito conhecida nos dias de hoje e também no passado, Kardec não deixou passar em branco, aproveitando o profundo ensinamento que encerra.

     Ele se refere a ela, na questão 919 de "O Livro dos Espíritos", onde temos as seguintes perguntas e respostas:

     " - Qual o meio prático mais eficaz, para se melhorar nesta vida e resistir ao arrastamento do mal?

     - Um sábio da Antiguidade vos disse: "Conhece-te a ti mesmo".

     "Compreendemos toda a sabedoria desta máxima, mas a dificuldade está precisamente em se conhecer a si próprio. Qual o meio de chegar a isso?"

     Explanando o assunto, o Espírito Santo Agostinho, um dos colaboradores na elaboração das Obras Básicas da Doutrina dos Espíritos, nos transmite informações preciosas, afirmando: "Fazei o que eu fazia quando vivi na Terra: no fim de cada dia, interrogava a minha consciência, passava em revista o que havia feito e me perguntava a mim mesmo se não tinha faltado ao cumprimento de algum dever, se alguém teria tido motivo para se queixar de mim. Foi assim que cheguei a me conhecer e ver o que em mim necessitava de reforma. Aquele que todas as noites se lembrasse de todas as suas ações do dia e se perguntasse o que fez de bem ou de mal, pedindo a Deus e ao seu Anjo Guardião que o esclarecessem, adquiriria uma grande força para se aperfeiçoar, porque, acreditai-me, Deus o assistirá. (...)"

     "O conhecimento de si mesmo, é, portanto, a chave do melhoramento individual  (grifo nosso). Mas, direis, como julgar a si mesmo? N]ao se terá a ilusão do amor-próprio, que atenua as faltas e as torna desculpáveis? O avaro se julga simplesmente econômico e previdente, o orgulhoso se considera tão somente cheio de dignidade. Tudo isso é muito certo, mas tendes um meio de controle que não vos pode enganar"... e conclui Santo Agostinho: ... "Foi por isso que chamamos primeiro a vossa atenção para os fenômenos da natureza que vos tocam os sentidos e depois vos demos instruções que cada um de vós tem o dever de difundir. Foi com esse propósito que ditamos "O Livros dos Espíritos".

     Precisamos com urgência de nos conhecer, analisando o nosso eu, o nosso comportamento no dia-a-dia, para buscarmos, paulatinamente - pois a natureza não dá saltos - nossa ascensão, rumo a Deus. Procuremos deixar de lado o egoísmo, a avareza, o orgulho, o ódio, a inveja e inúmeras outras viciações próprias de nós, seres humanos, que as possuímos, mas que temos a obrigação de nos esforçar para nos libertarmos delas. (Raymundo Rodrigues Espelho - Obra: A Revelação da Chave - www.editoraeme.com.br)

NOTA DO COMPILADOR: Raymundo Rodrigues Espelho é trabalhador emérito do Espiritismo e insigne propagador  da Doutrina Espírita, sendo um dos fundadores do Lar da Criança Emmanuel e do jornal Correio Fraterno, ambos de São Bernardo do Campo SP.