Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Caracteres do homem de bem / Conhecimento de si mesmo

Caracteres do homem de bem / Conhecimento de si mesmo

"O Livro dos Espíritos" Questões 918 e 919

Estudo Espírita
Promovido pelo IRC-Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
Centro Espírita Léon Denis
http://www.celd.org.br

Expositora: Nadia Rodrigues
Rio de Janeiro - RJ
30/11/2002

Dirigente do Estudo da Noite:

Safiri

Oração Inicial:

<Safiri_> Deus, nosso amado Pai
Que sempre olha e vela por nós na sua infinita bondade e perfeição Nos dando a infinita oportunidade de melhorarmos e evoluirmos, Te pedimos na noite de hoje paz em nossos corações. Paz e Brandura para que possamos deixar de lado todas as dores e amarguras que possam estar como uma ferida aberta , latejando segundo a segundo, nos fazendo fixar os pensamentos na causa dela. <E que dessa forma, possamos então substituir toda essa dor , pelos ensinamentos da noite , pois quão grande oportunidade nos é dada nesse momento De adquirir mais conhecimento, de tentar nos reformar através desse conhecimento, mudando nosso padrão vibracional e <eliminando a "causa" de nossos sofrimentos, de nosso pensamentos. Que possamos na noite de hoje, então,
aprender a aprender a ter conhecimento de nós mesmos, para que possamos nos melhorar a cada dia. Que assim seja .

Mensagem Introdutória:

NÃO RETARDES O BEM

A dádiva tem força de lei, em todos os domínios da criação. A flor dá naturalmente do seu perfume, e o animal, em sistema de compulsória, oferece cooperação ao homem, através do suor em que se consome. A criatura generosa dá concurso fraterno, pelos recursos da caridade, sem esperar petição alguma, e o usurário desencarnado cede, constrangido pelos mecanismos da herança, todas as posses que acumulou. Isso ocorre porque, no fundo, todos os bens da vida pertencem a Deus, que no-los empresta visando ao nosso próprio enriquecimento. Desenvolve, quanto possível, a tua capacidade de auxiliar, porquanto, no tamanho de teu sentimento, podes ser o amparo material, ainda que ligeiro, no labor da beneficência; a palavra que esclarece e consola no combate da luz contra o assalto das trevas; a presença amiga que insufla a esperança ou o braço acolhedor que sustenta o companheiro atormentado pela exaustão. Recorda, porém, que existe o momento perfeito de auxiliar, seja ele conhecido como sendo a ocasião da necessidade, a sugestão do trabalho, o propósito de ajudar ou o impulso da intuição. Aproveita o ensejo de ser útil, com a inteligência de quem sabe que é preciso plantar hoje para colher amanhã. (...) Ajuda com a alegria de quem se honra com a faculdade de acrescentar as alegrias de que Deus dotou o Universo; sobretudo, não permitas que a oportunidade de auxiliar se deteriore em tuas mãos. A dádiva retardada tem gosto de recusa, tanto quanto a refeição inaproveitada fere o equilíbrio do paladar. Auxilia quanto, como, onde e sempre que possas para o erguimento do bem comum. Não esperes que a desencarnação obrigue outros a distribuir aquilo que podes dar hoje, no amparo aos semelhantes, para a construção de tua própria felicidade, de vez que tudo aquilo que damos à vida, na pessoa do próximo, é justamente aquilo que a vida nos restitui. Emmanuel
Do Livro: Estude e Viva
Psicografia: Francisco Cândido Xavier
Editora: FEB

Exposição:

<Nadia_Rodrigues_> Boa noite a todos.

Que a doce paz de Jesus esteja nos nossos corações e que os bondosos espíritos nos inspirem neste momento. Falaremos sobre dois itens importantes do livro dos espíritos, que são: caracteres do homem de bem e o conhecimento de si mesmo. Para falarmos do homem de bem, começaremos a dizer sobre a grande importância do conhecimento de nós mesmos. Sabendo que este conhecimento ou busca começa de uma forma lenta ate alcançarmos a tão esperada modificação sabendo que o trabalho sempre será de dentro para fora. Por isto companheiros, devemos incessantemente fazer a grande reflexão diária sobre o nosso procedimento no dia e o que podemos fazer agora para modificar as nossas imperfeições. Trabalhemos agora não deixando para a próxima encarnação o que se pode fazer já. Basta que apliquemos o exercício constante já que a vontade existe dentro de nós para que essa modificação seja concretizada. Um grande exemplo que podaríamos dar sobre a grande reflexão é nos imaginamos diante de um espelho conversando conosco. através do exercício constante, começa o homem chamado homem de bem, usufruindo do desprendimento, dos ransos materiais, absorvendo muito mais suas necessidades espirituais, porque, como espírito em evolução, já goza da necessidade maior que é o bem constante. Hoje, o homem de bem sabe que é através da ajuda ao próximo que encontra seus maiores recursos de crescimento, porque ninguém ingressa definitivamente na maior virtude que é o amor constante a tudo e a todos, sem antes estar convicto do deus que habita dentro de si. Sabe, antes de qualquer coisa, que amar a Deus sobre todas as coisas é o mesmo que amar o próximo, como disse o Mestre Jesus: "Assim como eu vos amei e amo." Essa convicção é a linha reta da verticalização do espírito. É a noção absoluta do que é ser solidário, fraterno, generoso e bom em todos os aspectos, gerando luz e amor. Ao tomarmos o caminho do bem já definitivo, deixamos para trás os espinhos amassados pelos nossos pés, as nossas dores já foram sanadas, os sofrimentos entendidos, amigos nossos que são, por terem nos mostrado esse caminho, enfim: o homem de bem, para nós ainda nós ainda nos assusta muito, como que uma luz repentina nas sombras, ferindo os nossos olhos, é o conhecimento das verdades cristãs ferindo a ignorância, mas é preciso, porque senão querendo ou não, somos arrastados pela lei do progresso, ou melhor dizendo, seremos atraídos pela grande luz que é Jesus. Logo, companheiros, já que essa atração nos modifica e nos deixa contagiados é que podemos dizer, neste momento, da grande importância desta busca. Não é necessário pressa, porém, a certeza e o conhecimento desse objetivo. Todos nós, como Ele nos instruiu, temos condições de fazer muito mais do que Ele nos deixou, porque já temos todo o seu exemplo, bastando saber lapidar as imperfeições que trazemos de várias encarnações e com a certeza de que hoje estamos melhores do que ontem. É a lei. Progredir sempre. Estacionar jamais! Quando sentires diante de uma reflexão que a modificação está difícil, lembre deste maior exemplo chamado Jesus, segure em suas mãos, sinta a acolhida e creia que jamais ficará desamparado. Pois Ele nos pergunta: "Tu crês que eu posso te curar, ou ajudar?" Ele está sempre pronto e será que estamos receptíveis a essa aclamação que tanto fazemos sem sentir? Determine isto em sua vida. use dos mais profundos dos seus sentimentos. Busque através do conhecimento a sua parte e deixe o restante que será concretizado através desta grande descoberta: Jesus!
Que Deus ilumine a todos vocês, mas não esquecendo que um dia chegaremos a ser um homem de bem, quando olhamos pela dor não como sofrimento, mas como uma evolução para o espírito, pois todos nós temos o direito de sermos felizes, basta que encontremos esta tal felicidade e sem Ele nada será possível. Muita paz. (t)

Perguntas/Respostas:

01.<_05Franz__> As pessoas só evoluem espiritualmente quando têm contato com alguma religião ou esse progresso independe do conhecimento religioso? (t)

<Nadia_Rodrigues_> Um dos maiores progressos de nossa vida é o conhecimento e através de um apoio religioso podemos alcançar ou compreender a nossa evolução espiritual. (t)

02. <_05Franz__> Uma pessoa que tenha cometido um grande mal nesse existência, como matar alguém, pode mesmo assim, progredir se passasse fazer o bem, como no caso da Suzane que matou os pais? (t)

<_Nadia_Rodrigues_> O que ela fez, pessoa, terá a coleta diante disto. Porém, a constante prática do bem poderá amenizar o seu plantio. Um grande exemplo seria de um homem que por um grande mal cometido iria perder todo o braço. E ao se conscientizar do erro cometido, começou a transformar na prática do bem, perdendo apenas um dedo. (t)

03. <Jluizls> Sempre ouvi dizer que " o sofrimento purifica a alma", que " através da dor expiamos nossa culpa", e assim por diante. Tive uma infância e adolescência muita sofridas. Fui criado no catolicismo sob muita severidade. Tanto sofrimento em minha vida. Desde 1988 conheci o Kardecismo e muita coisa. Mudou, mas ainda não entendo essa questão da dor e sofrimento (t).

<_Nadia_Rodrigues_> Enquanto guardarmos o passado, não conseguiremos sair do sofrimento. Porque a dor é necessária, o sofrimento é a falta de esclarecimento e da busca do potencial que temos dentro de nós. Este potencial é a libertação através da conscientização de que somos espíritos e que teremos muitas outras encarnações para amenizarmos estas dores. No momento, se ainda não entendes o significado da mesma, o primeiro passo: orar; segundo: modificar sua conduta; terceiro: ampliar o seu conhecimento. Porque assim entenderás que o sofrimento é o armazenamento de todo o lixo existente desde de o inicio da nossa caminhada. Comece agora a ver e fazer uma limpeza íntima para que a felicidade chegue. Porque ninguém poderá transformar a sua vida se você mesmo não quiser. (t)

Oração Final:

<_Safiri_> Senhor, ensina-nos:
a orar sem esquecer o trabalho;
a dar sem olhar a quem;
a servir sem perguntar até quando;
a sofrer sem magoar seja a quem for;
a progredir sem perder a simplicidade;
a semear o bem sem pensar nos resultados; a desculpar sem condições;
a marchar para frente sem contar os obstáculos; a ver sem malícia;
a escutar sem corromper os assuntos;
a falar sem ferir;
a compreender o próximo sem exigir entendimento; a respeitar os semelhantes, sem reclamar consideração; a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever, sem cobrar taxa de reconhecimento. Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas dificuldades. Ajuda-nos, sobretudo, a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente, aquela de cumprir-te os desígnios onde e como queiras, hoje agora e sempre. Emmanuel