Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Compreensão

“Na vida não basta saber, é imprescindível compreender. Os livros ensinam, mas só o esforço próprio aperfeiçoa a alma para a grande a abençoada compreensão”. (Emmanuel).

    A compreensão é a capacidade de entender o significado de algo. É condição, característica ou prédisposição para aceitar e respeitar opiniões ou comportamentos alheios. Nem todos tem a capacidade de compreender os problemas colocados pelas pessoas, isso gera discórdias. A compreensão está diretamente ligada à capacidade intelectual e o conhecimento espiritual de cada um. Por isso, deve-se ter cuidado ao expor as suas opiniões, porque nem todos possuem conhecimento suficiente, ou a evolução espiritual necessária para entender as colocações. Essa situação pode gerar muitos conflitos.
    Vejamos o que nos disse André Luiz sobre esse tema: -“Reclamar compreensão e resultados de criaturas e situações, ainda incapacitadas para no-los dar, constitui exigência mais cruel que a solicitação de recompensas imediatas. Os que auxiliam alguém, interessados no reconhecimento ou na compensação, quase sempre permanecem de olhos cerrados para o concurso divino e invisível que de Mais Alto recebem. Exigem que outros lhes identifiquem a posição de benfeitores, mas nunca se recordam de que amigos sábios e desvelados lhes oferecem a melhor cooperação de planos superiores, sem deles reclamar a mínima nota de gratidão pessoal”.
    O Espiritismo chegou para fazer o homem compreender melhor a sua trajetória aqui na Terra. Seus ensinamentos levam o cidadão a compreender que cada ser humano é diferente do outro, nas aquisições intelectuais e na evolução do Espírito.  Mostra que não se pode tratar todos num mesmo patamar de conhecimento e com isso a compreensão das diferenças são aceitas com naturalidade.
    Queixa-se, amiúde, o homem de não compreender certas coisas e, no entanto, curioso é ver-se como multiplica as dificuldades, quando tem ao seu alcance explicações muito simples e naturais. (João Gonçalves Filho). Para melhorar a humanidade urge que continue a proliferação dos conhecimentos espíritas, somente assim o entendimento entre os homens ficará cada vez melhor.
    Não sejas menino no entendimento, mas sede meninos na malicia e adultos no entendimento. (João Gonçalves Filho).
Fontes:
Romeu Leonilo Wagner, Belém, Pará;
Missionários da Luz, de André Luiz, por Chico Xavier;
www.guia.heu.nom.br.