Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

MÁGOA - TOLERÂNCIA E PERDÃO

MÁGOA - TOLERÂNCIA E PERDÃO

 A mágoa é um sentimento que corrói a alma de quem a sente. Aquele que guarda a mágoa está alimentando e dando força a um grande mal dentro de si.. Quando nos sentimos magoados com alguém provavelmente é porque entendemos que essa pessoa nos ofendeu e nos feriu e todas as vezes que relembramos o fato que nos causou a mágoa,é como se cravássemos um punhal numa ferida aberta. Essa ferida nunca cicatrizará e sentiremos cada vez mais dor e sofrimento. Pensemos nisso!


O que aconteceu já passou, faz parte do passado. Não cultivemos esse sentimento em nós, pois os maiores prejudicados seremos nós mesmos. Esqueçamos as ofensas. Deixemos que cada um faça a colheita da sua semeadura. Feliz daquele que esquece e perdoa, pois viverá alegre e em paz consigo mesmo e com o Mundo. Apeguemo-nos somente com os fatos felizes e agradáveis, lembrando que o mal é passageiro e o bem é eterno.

Somos filhos de Deus e como Pai bom e amoroso que é, só quer o nosso bem.

Limpe seu coração das mágoas e ressentimentos, perdoando e amando, e , siga em paz, pois desse modo, com maior facilidade você encontrará o caminho das alegrias celestiais.Vamos trabalhar as nossas mágoas, prestando atenção se muitas vezes, quando nos sentimos magoados com alguém, não é porque não aceitamos algumas verdades a respeito de nós mesmos. Quando nos obrigam a encararmos nossos defeitos e nossas mazelas, nos sentimos ofendidos e em seguida vem a mágoa. É o orgulho ferido.

Procuremos tirar sempre um proveito das críticas dirigidas a nós, não nos sentido ofendidos e magoados., mas observando se realmente aquela pessoa não tem alguma razão no que diz sobre nós. Se for verdadeiro, ótimo, pois poderemos a partir daí procurarmos melhorar nesse aspecto. Se não for verdadeira a opinião do outro sobre nós, não nos aflijamos, pois o tempo se encarregará de mostrar a verdade. Não nos esqueçamos de que ainda somos seres imperfeitos em busca de aprendizado, conhecimento, crescimento e evolução.

Assim, comecemos por retirar de nós todo sentimento de orgulho, de mágoa e ressentimento, que só servem para nos escravizar, a fim de nos tornarmos livres e seguirmos rumo à felicidade que tanto buscamos.

É muito importante trabalharmos a tolerância , pois todas as vezes que nos sentimos magoados ou ofendidos com as palavras ou atitudes dos outros estamos sendo intolerantes. Não podemos nos esquecer de que na escala evolutiva em que nos encontramos na Terra, escola abençoada da vida, somos todos irmãos, porém alguns estão num grau mais elevado, outros num grau inferior de entendimento.

Assim não nos deixemos envolver pelas más atitudes dos outros, pois eles ainda estão no início do aprendizado e muitas vezes não têm noção do que fazem.

Chegará o dia em que o homem, mais evoluído nos sentimentos, realmente não fará ao outro aquilo que não gostaria que fizessem para ele próprio.

Mas enquanto esse dia não chega, cabe àquele que possui maior entendimento tolerar e compreender seu irmão mais desafortunado de sentimentos nobres.

Peçamos e roguemos ao Pai Celestial por esses irmãos, envolvendo-os em vibrações amorosas, pois agindo dessa maneira estaremos contribuindo para o progresso desses irmãos e conseqüentemente para um mundo melhor.

Devemos estar cientes que o produto amargo de nossa infelicidade são nossas mágoas, resultado direto de nossas expectativas, que não se realizaram, sobre nós mesmos e sobre outras pessoas. Aprendemos quem somos e como agimos convivendo com os defeitos e qualidades dos outros. É justamente nos conflitos de relacionamentos que retiramos as grandes lições para identificar as origens de nossas aflições e mágoas.

Perguntemo-nos a nós mesmos:- “Por que estou me deixando magoar tanto?”.

Sempre temos infinitas possibilidades de escolha, por isso liguemo-nos com Deus e creiamos na Bondade Divina;com certeza de que Ele nos mostrará o caminho para conquistar a felicidade que tanto almejamos.

Bibliografia :
Texto baseado nos livros:
Evangelho Segundo o Espiritismo – cap. X – item 4
As Dores da Alma – texto “Mágoa” , pág.111 e 114 (Francisco do Espírito Santo Neto/ Hammed )
Site Espírita “Gotas de Paz” – mensagens edificantes – Textos:- Mágoa e Perdão” “Mágoa e Orgulho”, “Mágoa e Tolerância”
Farmácia da Alegria – texto “Cápsulas de tolerância”- (Maria Chiara Carulli)