Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Suicídio: Saiba os 20 sinais que mostram que pessoa pode se matar

Como falei no post anterior - Suicídio: o que você precisa saber para lidar com essa situação antes que seja tarde demais - a pessoa que tem pensamentos suicidas deixa vários sinais antes mesmo de partir para execução do ato e todos esses sinais são quase sempre reconhecíveis e previsíveis. Por isso, todos os esforços precisam ser feitos para identificarmos o quanto antes esses sinais para poder oferecer ajuda e tratamento, para tentar impedir o ato suicida. Quanto mais cedo for o diagnóstico, o tratamento terapêutico e prevenção daquelas pessoas que emitem gestos ou tentativas de suicídio, maiores são as chances de evitarmos uma tragédia maior.

Sabemos que tentativas e atos suicidas são gritos de ajuda. Ainda que inconscientemente as pessoas choram por socorro ao emitir todos os sinais que preanunciam os planejamentos ou ideias de tirar a própria vida. O grade prejuízo em tudo isso é que muitas pessoas na nossa cultura costumam rotular esses sinais como meras tentativas de chamar a atenção e, muito por isso, ignoram os sinais ou quando se dão conta do risco que eles anunciam; já é muito tarde e nada mais pode ser feito. Por isso essas “comunicações” precisam sempre ser consideradas, pois, muitas vezes, elas podem conduzir para  comportamentos impulsivos ou imaturos e, possivelmente, para o suicídio.

suicidio

Como nas relações de convivência com as pessoas sempre podemos entender e conhece-las melhor, eis aqui uma lista com os 20 sinais que frequentemente são apresentados pelas pessoas que têm potencial para cometer o suicídio. Nessa lista, encontram-se fortes fatores importantes com relação a idade, sexo,  sexualidade, saúde, família, bem estar, estado físico e fatores psicossociais.

20 sinais que uma pessoa demonstra antes de cometer o suicídio*

1. Tentativa anterior de suicídio, com intenção de morrer;
2. Ansiedade, depressão, alcolismo, quadro psicótico e estado de exaustão;
3. Tentativa premeditada e ativamente preparada;
4. Disponibilidade dos meios para o suicídio (recursos e métodos violentos e letais à disposição: remédios, armas…);
5. Preocupação com o efeito do suicídio sobre os membros da família;
6. Ideação suicida verbalizada aos parentes ou amigos;
7. Preparação de testamento, cenas de despedida ou planejamento do velório;
8. Acontecimento traumático próximo, como: luto, cirurgia iminente, término de relacionamento amoroso, dentre outros fatores;
9. Casos de suicidio na família;
10. Mudança das condições de saúde ou estado físico: doença crônica, acidente com sequelas físicas…;
11. Inicio ou término de tratamento com medicação psicotrópica;
12. Intoxicação por álcool ou outras drogas;
13. Sentimento de desesperança, pessimismo, sentimento de inferioridade constante, auto estima baixa, sentimento de culpa;
14. Melhora súbita do humor depressivo;
15. Família suicidogênica (facilita ou ignora os sinais e tentativas de suicídio);
16. Preocupação para evitar intervenção: como isolamento ou minimização do risco de descoberta;
17. Nenhuma ação para pedir socorro após alguma tentativa que não tenha levado à morte;
18. Pessoa com remorso por sobreviver da tentativa;
19. Idade, sexo e estado civil;
20.Conflitos ou insegurança com a sexualidade: homossexualidade, impotência sexual…



tentando se matar

Esteja sempre atento a si mesmo e as pessoas próximas (parentes, amigos, conhecidos…) quanto a manifestação desses e de outros sinais e comportamentos que podem refletir uma possibilidade de suicídio. Embora realmente existam muitos casos em que a pessoa usa ou simula uma tentativa de tirar a própria vida pra chamar a atenção, possa ser que numa dessas investidas uma tragédia efetivamente aconteça. Por isso nunca ignore nenhum desses pedidos de socorro que são feitos com palavras e ações da lista acima.

* Meleiro AMAS, Wang Y-P. Suicídio e tentativa de suicídio. In Louzã Neto MR, Motta I, Wang Y-P, Elkis H (eds).Psiquiatria básica. Porto Alegre, Artes Médicas, 1995; 376-96.

Dr. Elídio Almeida
Psicólogo | CRP 03/6773
(71) 8842 7744 - Salvador – Bahia
elidioalmeida.com

http://elidioalmeida.com/2014/02/suicidio-saiba-os-20-sinais-que-mostram-que-pessoa-pode-se-matar/