Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Parentesco corporal e espiritual

Parentesco corporal e espiritual


Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, quando aborda a relação familiar de Jesus Cristo, esclarece Allan Kardec que há duas espécies de família. Uma delas é chamada de família corporal. A outra é a espiritual.

A família corporal é estabelecida a partir dos laços de sangue.  O corpo provém do corpo. Entretanto, o pai não gera o espírito do filho. O espírito antecede à criação do  corpo físico.

A formação da família corporal
Comumente, os espíritos que se encarnam numa mesma família são espíritos simpáticos, ligados por relações anteriores. Porém, é comum, também, que espíritos separados por antipatias anteriores se encontrem no seio familiar. A relação,  neste caso, serve de prova. Superar antigos revezes é o objetivo principal. Os laços, muitas vezes, são rompidos após a experiência vivenciada.

A família espiritual
Os laços espirituais são mais fortes do que os laços determinados pela consanguinidade. A simpatia e a comunhão de pensamentos unem os espíritos, antes, durante e depois da vida física.A identificação dos espíritos, que formam grandes famílias, é duradoura, fortificando-se ainda mais e se perpetuando no mundo dos espíritos, através das diversas migrações da alma.Muito embora ocorram separações providenciais durante a vida física, após o desencarne os espíritos afins se reúnem. Quando encarnam em famílias diferentes podem procurar-se, tornando-se amigos. O inverso ocorre, muitas vezes, entre irmãos de sangue, que, não superando as diferenças, podem expressar sentimentos de hostilidade mútua durante a existência.