Estudando o Espiritismo

Observe os links ao lado. Eles podem ter artigos com o mesmo tema que você está pesquisando.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Amai-vos e instruí-vos: estudando Ciência

Amai-vos e instruí-vos: estudando Ciência

Alexandre Fontes da Fonseca

A quase dois mil anos, Jesus nos disse pessoalmente para amarmo-nos uns aos outros como recomendação para vivermos em paz e progredirmos. Mesmo tendo Ele dado todos os exemplos possíveis, infelizmente a humanidade ainda não compreendeu o alcance de seus ensinamentos.

O advento do Espiritismo marcou uma nova época para a humanidade. Sua função básica é ajudar as pessoas a compreenderem os ensinamentos de Jesus através da razão, objetivando o seu progresso espiritual. Com o lema “Fora da Caridade não Há Salvação” e com as recomendações dos espíritos superiores para “nos amarmos” e “nos instruirmos”, o Espiritismo claramente revela o caminho pelo qual a nossa sociedade encontrará a Paz e o Progresso em todos os sentidos.

Apesar das diversas barreiras que impedem que o Amor e a Fraternidade se instalem definitivamente em nosso planeta, o movimento espírita segue firme no trabalho de divulgação da Doutrina Espírita por entender que ela é capaz de levar os indivíduos à reforma íntima e, consequentemente, ao progresso.

Nessa difícil tarefa de divulgação, o movimento espírita, na atualidade, tem destinado boa parte de suas atenções para o aspecto científico do Espiritismo. O constante e extraordinário avanço em todas as áreas da Ciência aliados à recomendação de Kardec de que o Espiritismo deve seguir de mãos dadas com ela, têm gerado um enorme interesse em avaliar as concordâncias entre Ciência e Espiritismo, bem como têm estimulado diversos companheiros espíritas ao estudo e à pesquisa de temas ligados ao assunto.

Em nome do sentimento de Amor recomendado pelos espíritos superiores como nosso primeiro mandamento, podemos e devemos buscar o conhecimento que permite que auxiliemos com mais eficiência nossos irmãos em humanidade. Se o aspecto científico do Espiritismo é um dos caminhos que promove a sua divulgação, então vamos buscar estudá-lo “instruindo-nos” nesse aspecto, para podermos contribuir de forma humilde mas efetiva, para o progresso da nossa humanidade.

Desta forma, em se tratando de um tema difícil e de pouca familiaridade para muitos de nós e buscando seguir a recomendação de “instruirmo-nos”, neste e nos próximos números do Boletim do GEAE, estaremos estudando várias questões sobre, por exemplo, o que é Ciência, como se trabalha em Ciência, o que são e como relacionar algumas das disciplinas científicas ordinárias com o Espiritismo, etc. Certamente, esperamos pela participação de todos os assinantes deste boletim na leitura e envio de perguntas e comentários para que possamos aproveitar a oportunidade de aprendermos um pouco mais sobre esses assuntos.

Desde já pedimos ao Pai que nos abençoe em todos os nossos propósitos de crescimento e que nos ilumine para que possamos compreender e encontrar o caminho mais eficaz ao nosso progresso.

Muita paz, estudo e trabalho no bem,

Muita Paz,

Alexandre Fontes da Fonseca

Editor GEAE

(Publicado no Boletim GEAE Número 476 de 15 de junho de 2004)